Reações Orgânicas

Reações Orgânicas

Reações orgânicas são as reações que acontecem entre compostos orgânicos. Há vários tipos de reações. Os principais são: de adição, de substituição, de oxidação e de eliminação.

Elas ocorrem mediante a quebra de moléculas dando origem a novas ligações. Muito utilizadas na indústria, é a partir delas que podem ser produzidos medicamentos e produtos de cosmética, plásticos, dentre tantas outras coisas.

Reação de Adição

A reação de adição acontece quando as ligações da molécula orgânica se rompem e à ela é adicionado um reagente.

Acontece principalmente em compostos cujas cadeias sejam abertas e que tenham insaturações, como alcenos (reto C igual a reto C) e alcinos (reto C idêntico reto C).

Confira a seguir exemplos de reações de adição.

Hidrogenação (adição de hidrogênio)

Hidrogenação de um alceno produz um alcano.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito H em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Hidrogênio blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etano

Halogenação (adição de halogênios)

Halogenação de um alceno produz um haleto.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito Cl em moldura de caixa menos negrito Cl em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Cloro blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito Cl em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito Cl em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço 1 vírgula 2 espaço Dicloroetano

Hidratação (adição de água)

Hidratação de um alceno produz um álcool.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito OH em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Água blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito OH em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol

Reação de Substituição

A reação de substituição acontece quando há átomos (ou um grupo) ligantes que são substituídos por outros.

Acontece principalmente entre alcanos, ciclanos e aromáticos.

Confira a seguir exemplos de reações de substituição.

Halogenação (substituição por halogênio)

Halogenação de um alcano produz um haleto.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com Cl menos negrito Cl em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito Cl em moldura de caixa fim da célula mais linha com Metano blank Cloro blank Clorometano blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos Cl fim da célula blank linha com célula com Ácido espaço clorídrico fim da célula blank fim da tabela

Nitração (substituição por nitro)

Nitração de um alcano produz um nitrocomposto.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com HO menos negrito NO com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito NO com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula mais linha com Metano blank célula com Ácido espaço nítrico fim da célula blank Nitrometano blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos OH fim da célula blank linha com Água blank fim da tabela

Sulfonação (substituição por sulfônicos)

Sulfonação de um alcano produz um ácido.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com HO menos negrito SO com negrito 3 subscrito negrito H em moldura de caixa fecha moldura fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito SO com negrito 3 subscrito negrito H em moldura de caixa fecha moldura fim da célula mais linha com Metano blank célula com Ácido espaço sulfúrico fim da célula blank célula com Ácido espaço metano menos fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos OH fim da célula blank linha com Água blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço sulfônico

 

Reação de Oxidação

A reação de oxidação, também chamada de oxirredução, acontece quando há ganho ou perda de elétrons.

Confira a seguir exemplos de reações de oxidação.

Oxidação enérgica dos alcenos

Oxidação enérgica de um alceno produz ácidos carboxílicos.

tabela linha com célula com negrito CH com negrito 3 subscrito fim da célula blank célula com negrito CH com negrito 3 subscrito fim da célula blank blank blank linha com negrito linha vertical blank negrito linha vertical blank blank blank linha com negrito C igual a negrito C mais célula com 4 espaço parêntese recto esquerdo reto O parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com negrito linha vertical blank negrito linha vertical blank blank blank linha com negrito H blank negrito H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com negrito H com negrito 3 subscrito negrito C fim da célula negrito travessão longo negrito C célula com igual a reto O fim da célula blank mais linha com blank blank negrito linha vertical blank blank blank linha com blank blank célula com reto O negrito H fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank linha com blank blank blank blank linha com célula com negrito H com negrito 3 subscrito negrito C fim da célula negrito travessão longo negrito C célula com igual a reto O fim da célula linha com blank blank negrito linha vertical blank linha com blank blank célula com reto O negrito H fim da célula blank linha com blank blank blank blank fim da tabela but menos 2 menos eno espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

Oxidação de álcool primário

Oxidação enérgica de um álcool primário produz ácido carboxílico e água.

tabela linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito travessão longo negrito OH fim da célula célula com mais espaço espaço negrito 2 negrito parêntese recto esquerdo negrito O negrito parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito igual a negrito O fim da célula blank mais linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco célula com negrito O reto H fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank linha com blank linha com célula com reto H negrito OH fim da célula linha com blank linha com blank linha com blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço água espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

Oxidação de álcool secundário

Oxidação de um álcool secundário produz cetona e água.

tabela linha com espaço em branco espaço em branco célula com negrito O reto H fim da célula blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com travessão longo CH com 3 subscrito fim da célula célula com mais espaço espaço negrito parêntese recto esquerdo negrito O negrito parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito igual a negrito O fim da célula blank mais linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco célula com CH com 3 subscrito fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank linha com blank linha com célula com reto H negrito O reto H fim da célula linha com blank linha com blank linha com blank fim da tabela espaço espaço Propan menos 2 menos ol espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço propanona espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço água espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

 

Reação de Eliminação

A reação de eliminação acontece quando um ligante de carbono é eliminado da molécula orgânica.

Essa reação é contrária à reação de adição.

Confira a seguir exemplos de reações de eliminação.

Eliminação de hidrogênio (desidrogenação)

Eliminação de hidrogênio de um alcano produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais linha com linha vertical blank linha vertical blank Eteno blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank blank blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula linha com Hidrogênio linha com blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço Etano

Eliminação de halogênios (de-halogenação)

Eliminação de halogênios de um di-haleto produz um alceno.

Error converting from MathML to accessible text.

Eliminação de halogenidreto

Eliminação de halogenidreto de um haleto produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita linha com linha vertical blank linha vertical blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito Br em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito Br em moldura de caixa fim da célula linha com Eteno blank célula com Ácido espaço bromídrico fim da célula linha com blank blank blank fim da tabela espaço espaço espaço Bromoetano

Eliminação de água (desidratação de álcool)

Eliminação de água de um álcool produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita linha com linha vertical blank linha vertical blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito OH em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito OH em moldura de caixa fim da célula linha com Eteno blank Água linha com blank blank blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol

Esterificação

A esterificação é uma reação química reversível entre um ácido carboxílico e um álcool, produzindo éster e água.

A reação pode ser descrita da seguinte forma:

ÁCIDO CARBOXÍLICO + ÁLCOOL → ÉSTER + ÁGUA

A reação de esterificação é lenta, sendo necessário um aumento de temperatura e a presença de um catalisador para acelerar a sua velocidade. Esse processo é denominado de Esterificação de Fischer.

A reação inversa a de esterificação é denominada de Hidrólise de Ester. No caso, a partir de éster e água são produzidos ácido carboxílico e álcool.

Processo de esterificação

Reações de esterificação

A equação geral de uma reação de esterificação é da seguinte forma:

Reação de esterificação

Note que a água é formada pela união do grupo hidroxila (OH) do ácido carboxílico com o hidrogênio (H) do álcool.

O restante da cadeia carbônica do ácido carboxílico e do álcool se unem para originar o éster.

A esterificação também pode ocorrer entre um ácido inorgânico ou álcool secundário ou terciário.

Nesse caso, a formação da água ocorrerá de forma diferente: o grupo hidroxila será proveniente do álcool e o hidrogênio do ácido.

Um exemplo é a reação entre um ácido inorgânico e a formação de um éster inorgânico. As três moléculas de ácido orgânico (ácido nítrico) reagem com a glicerina e forma-se a trinitroglicerina (éster nitrato), um explosivo.

Reação de formação da nitroglicerina

Aplicações

A obtenção de ésteres é importante para produção de diversos tipos de produtos. Veja alguns exemplos:

Aromatizantes em indústrias alimentícias

A esterificação de Fischer é o principal meio para produção de ésteres nas industriais, especialmente alimentícias.

Os flavorizantes são ésteres que conferem aroma e sabor aos produtos industrializados como balas, doces, refrigerantes e sucos.

São exemplos de éster usados como aromatizantes:

  • Etanoato de etila: aroma de maçã
  • Etanoato de octila: aroma de laranja
  • Butanoato de etila: aroma de abacaxi

Biodiesel

biodiesel é obtido através de uma reação de transesterificação.

O processo consiste na mistura de óleo vegetal ou gordura animal (triglicerídeos) em metanol ou etanol, na presença de um catalisador.

Um dos produtos da reação é a glicerina que pode ser aproveitada para fabricação de cosméticos, alimentos e medicamentos.

Exercícios sobre reações orgânicas

1. (Unifesp/2002) Muitos álcoois podem ser obtidos pela hidratação catalisada por ácidos, de alcenos.

Nessa reação de adição, o H da água se adiciona ao carbono que tem mais hidrogênios ligados a ele e o grupo hidroxila se liga ao carbono menos hidrogenado (regra de Markovnikov).

Sabendo-se que os álcoois formados na hidratação de dois alcenos são respectivamente 2-metil-2-pentanol e 1-etilciclopentanol, quais os nomes dos alcenos correspondentes que lhes deram origem?

a) 2-metil-2-penteno e 2-etilciclopenteno.
b) 2-metil-2-penteno e 1-etilciclopenteno.
c) 2-metil-3-penteno e 1-etilciclopenteno.
d) 2-metil-1-penteno e 2-etilciclopenteno.
e) 3-metil-2-penteno e 2-etilciclopenteno.

Alternativa correta: b) 2-metil-2-penteno e 1-etilciclopenteno.

O álcool 2-metil-2-pentanol é produzido pela hidratação do alceno 2-metil-2-penteno.

Hidratação do 2-metil-2-penteno

O álcool 1-etilciclopentanol é gerado pela hidratação do alceno 1-etilciclopenteno.

Hidratação do 1-etilciclopenteno

2. (Ufal/2000) No estudo da química dos compostos de carbono, aprende-se que o BENZENO:

( ) É hidrocarboneto.
( ) Pode ser obtido a partir do acetileno.
( ) No petróleo, é componente de maior proporção em massa.
( ) Pode sofrer reação de substituição.
( ) É exemplo de uma estrutura molecular que apresenta ressonância.

(VERDADEIRO) O benzeno é um hidrocarboneto aromático. Esse composto é formado apenas por átomos de carbono e hidrogênio, cuja fórmula é C6H6.

(VERDADEIRO) O benzeno pode ser produzido a partir do acetileno através da seguinte reação:

síntese do benzeno

(FALSO) O petróleo é uma mistura de hidrocarbonetos e a massa dos componentes está relacionada com o tamanho da cadeia. Sendo assim, cadeias carbônicas maiores possuem maior massa. As frações mais pesada do petróleo, como o asfalto, possuem cadeias com mais de 36 átomos de carbono.

(VERDADEIRO) Reações de substituição tendo o benzeno como reagente têm muitas aplicações industriais, principalmente para produção de fármacos e solventes.

Nesse processo um átomo de hidrogênio pode ser substituído por halogênios, grupo nitro (—NO2), grupo sulfônico (—SO3H), entre outros.

Veja um exemplo desse tipo de reação.

halogenação do benzeno
Reação de substituição no benzeno para síntese do monoclorobenzeno

(VERDADEIRO) Devido à ressonância, o benzeno pode ser representado por duas fórmulas estruturais.

Entretanto, na prática foi observado que o comprimento e energia das ligações estabelecidas entre os átomos de carbono são iguais. Por isso, o híbrido de ressonância é o que mais de aproxima da estrutura real.

ressonância do benzeno

Assinale a opção que apresenta a correlação CORRETA entre o nome do álcool e o nome do produto formado.

a) 3-metilbutan-2-ol, 3-metilbutanal
b) pentan-3-ol, pentan-3-ona
c) pentan-1-ol, pentan-1-ona
d) pentan-2-ol, pentanal
e) 2-metilbutan-1-ol, 2-metilbutan-1-ona

Alternativa correta: b) pentan-3-ol, pentan-3-ona.

a) ERRADA. A oxidação de um álcool secundário produz uma cetona. Sendo assim, o produto correto para oxidação do 3-metilbutan-2-ol é a 3-metilbutan-2-ona.

oxidação do 3-metilbutan-2-ol

b) CORRETA. A oxidação do álcool secundário pentan-3-ol produz a cetona pentan-3-ona.

oxidação do pentan-3-ol

c) ERRADA. Esses compostos fazem parte da oxidação de álcoois primários, que produz um aldeído ou um ácido carboxílico.

O pentan-1-ol é um álcool primário e pela oxidação parcial do composto pode ser formado o pentanal e pela oxidação total forma-se o ácido pentanóico.

oxidação do pentan-1-ol

d) ERRADA. A oxidação do álcool secundário pentan-2-ol produz a cetona pentan-2-ona.

oxidação do pentan-2-ol

e) ERRADA. O álcool primário 2-metilbutan-1-ol produz o aldeído 2-metilbutanal na oxidação parcial e o ácido 2-metilbutanoico na oxidação total.

oxidação do 2-metilbutan-1-ol

Um deles, que se forma em menor quantidade, é o 1-buteno. O outro é o:

a) metilpropeno.
b) 1-butanol.
c) butano.
d) ciclobutano.
e) 2-buteno.

Alternativa correta: e) 2-buteno.

Os alcenos são produzidos pela reação do haleto orgânico HBr com o hidróxido de potássio KOH, na presença do álcool etílico como solvente.

reação de eliminação no 2-bromobutano
Eliminação do brometo de hidrogênio (HBr) e produção dos isômeros 1-buteno e 2-buteno

Compostos diferentes foram formados devido o átomo do halogênio estar no meio da cadeia carbônica, gerando mais de uma possibilidade de eliminação.

Entretanto, embora haja duas possibilidades de produtos eles não terão as mesmas quantidades formadas.

O 2-buteno, para essa reação, será formado em maior quantidade, pois é proveniente da eliminação de um carbono terciário. Já o 1-buteno formou-se da eliminação de um carbono primário e, por isso, uma menor quantidade foi formada.

Reações Orgânicas

Reações orgânicas são as reações que acontecem entre compostos orgânicos. Há vários tipos de reações. Os principais são: de adição, de substituição, de oxidação e de eliminação.

Elas ocorrem mediante a quebra de moléculas dando origem a novas ligações. Muito utilizadas na indústria, é a partir delas que podem ser produzidos medicamentos e produtos de cosmética, plásticos, dentre tantas outras coisas.

Reação de Adição

A reação de adição acontece quando as ligações da molécula orgânica se rompem e à ela é adicionado um reagente.

Acontece principalmente em compostos cujas cadeias sejam abertas e que tenham insaturações, como alcenos (reto C igual a reto C) e alcinos (reto C idêntico reto C).

Confira a seguir exemplos de reações de adição.

Hidrogenação (adição de hidrogênio)

Hidrogenação de um alceno produz um alcano.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito H em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Hidrogênio blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etano

Halogenação (adição de halogênios)

Halogenação de um alceno produz um haleto.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito Cl em moldura de caixa menos negrito Cl em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Cloro blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito Cl em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito Cl em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço 1 vírgula 2 espaço Dicloroetano

Hidratação (adição de água)

Hidratação de um alceno produz um álcool.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito OH em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo linha com Eteno blank Água blank linha vertical blank linha com blank blank blank blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula linha com linha vertical linha com célula com negrito OH em moldura de caixa fim da célula fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol

Reação de Substituição

A reação de substituição acontece quando há átomos (ou um grupo) ligantes que são substituídos por outros.

Acontece principalmente entre alcanos, ciclanos e aromáticos.

Confira a seguir exemplos de reações de substituição.

Halogenação (substituição por halogênio)

Halogenação de um alcano produz um haleto.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com Cl menos negrito Cl em moldura de caixa fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito Cl em moldura de caixa fim da célula mais linha com Metano blank Cloro blank Clorometano blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos Cl fim da célula blank linha com célula com Ácido espaço clorídrico fim da célula blank fim da tabela

Nitração (substituição por nitro)

Nitração de um alcano produz um nitrocomposto.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com HO menos negrito NO com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito NO com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula mais linha com Metano blank célula com Ácido espaço nítrico fim da célula blank Nitrometano blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos OH fim da célula blank linha com Água blank fim da tabela

Sulfonação (substituição por sulfônicos)

Sulfonação de um alcano produz um ácido.

tabela linha com célula com CH com 3 subscrito menos negrito H em moldura de caixa fim da célula mais célula com HO menos negrito SO com negrito 3 subscrito negrito H em moldura de caixa fecha moldura fim da célula seta para a direita célula com CH com 3 subscrito travessão longo negrito SO com negrito 3 subscrito negrito H em moldura de caixa fecha moldura fim da célula mais linha com Metano blank célula com Ácido espaço sulfúrico fim da célula blank célula com Ácido espaço metano menos fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H em moldura de caixa menos OH fim da célula blank linha com Água blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço sulfônico

 

Reação de Oxidação

A reação de oxidação, também chamada de oxirredução, acontece quando há ganho ou perda de elétrons.

Confira a seguir exemplos de reações de oxidação.

Oxidação enérgica dos alcenos

Oxidação enérgica de um alceno produz ácidos carboxílicos.

tabela linha com célula com negrito CH com negrito 3 subscrito fim da célula blank célula com negrito CH com negrito 3 subscrito fim da célula blank blank blank linha com negrito linha vertical blank negrito linha vertical blank blank blank linha com negrito C igual a negrito C mais célula com 4 espaço parêntese recto esquerdo reto O parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com negrito linha vertical blank negrito linha vertical blank blank blank linha com negrito H blank negrito H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com negrito H com negrito 3 subscrito negrito C fim da célula negrito travessão longo negrito C célula com igual a reto O fim da célula blank mais linha com blank blank negrito linha vertical blank blank blank linha com blank blank célula com reto O negrito H fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank linha com blank blank blank blank linha com célula com negrito H com negrito 3 subscrito negrito C fim da célula negrito travessão longo negrito C célula com igual a reto O fim da célula linha com blank blank negrito linha vertical blank linha com blank blank célula com reto O negrito H fim da célula blank linha com blank blank blank blank fim da tabela but menos 2 menos eno espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

Oxidação de álcool primário

Oxidação enérgica de um álcool primário produz ácido carboxílico e água.

tabela linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito travessão longo negrito OH fim da célula célula com mais espaço espaço negrito 2 negrito parêntese recto esquerdo negrito O negrito parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito igual a negrito O fim da célula blank mais linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco célula com negrito O reto H fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank linha com blank linha com célula com reto H negrito OH fim da célula linha com blank linha com blank linha com blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço ácido espaço etanóico espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço água espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

Oxidação de álcool secundário

Oxidação de um álcool secundário produz cetona e água.

tabela linha com espaço em branco espaço em branco célula com negrito O reto H fim da célula blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com travessão longo CH com 3 subscrito fim da célula célula com mais espaço espaço negrito parêntese recto esquerdo negrito O negrito parêntese recto direito fim da célula seta para a direita linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco reto H blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank blank blank blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank linha com célula com reto H com 3 subscrito reto C fim da célula travessão longo reto C célula com negrito igual a negrito O fim da célula blank mais linha com espaço em branco espaço em branco linha vertical blank blank blank linha com espaço em branco espaço em branco célula com CH com 3 subscrito fim da célula blank blank blank linha com blank blank blank blank blank blank fim da tabela tabela linha com blank linha com blank linha com célula com reto H negrito O reto H fim da célula linha com blank linha com blank linha com blank fim da tabela espaço espaço Propan menos 2 menos ol espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço oxigênio espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço propanona espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço água espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço nascente

 

Reação de Eliminação

A reação de eliminação acontece quando um ligante de carbono é eliminado da molécula orgânica.

Essa reação é contrária à reação de adição.

Confira a seguir exemplos de reações de eliminação.

Eliminação de hidrogênio (desidrogenação)

Eliminação de hidrogênio de um alcano produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais linha com linha vertical blank linha vertical blank Eteno blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank blank blank fim da tabela tabela linha com célula com negrito H com negrito 2 subscrito em moldura de caixa fecha moldura fim da célula linha com Hidrogênio linha com blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço Etano

Eliminação de halogênios (de-halogenação)

Eliminação de halogênios de um di-haleto produz um alceno.

Error converting from MathML to accessible text.

Eliminação de halogenidreto

Eliminação de halogenidreto de um haleto produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita linha com linha vertical blank linha vertical blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito Br em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito Br em moldura de caixa fim da célula linha com Eteno blank célula com Ácido espaço bromídrico fim da célula linha com blank blank blank fim da tabela espaço espaço espaço Bromoetano

Eliminação de água (desidratação de álcool)

Eliminação de água de um álcool produz um alceno.

tabela linha com célula com CH com 2 subscrito fim da célula travessão longo célula com CH com 2 subscrito fim da célula seta para a direita linha com linha vertical blank linha vertical blank linha com célula com negrito H em moldura de caixa fim da célula blank célula com negrito OH em moldura de caixa fim da célula blank fim da tabela tabela linha com célula com CH com 2 subscrito igual a CH com 2 subscrito fim da célula mais célula com negrito H em moldura de caixa menos negrito OH em moldura de caixa fim da célula linha com Eteno blank Água linha com blank blank blank fim da tabela espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço espaço Etanol

Esterificação

A esterificação é uma reação química reversível entre um ácido carboxílico e um álcool, produzindo éster e água.

A reação pode ser descrita da seguinte forma:

ÁCIDO CARBOXÍLICO + ÁLCOOL → ÉSTER + ÁGUA

A reação de esterificação é lenta, sendo necessário um aumento de temperatura e a presença de um catalisador para acelerar a sua velocidade. Esse processo é denominado de Esterificação de Fischer.

A reação inversa a de esterificação é denominada de Hidrólise de Ester. No caso, a partir de éster e água são produzidos ácido carboxílico e álcool.

Processo de esterificação

Reações de esterificação

A equação geral de uma reação de esterificação é da seguinte forma:

Reação de esterificação

Note que a água é formada pela união do grupo hidroxila (OH) do ácido carboxílico com o hidrogênio (H) do álcool.

O restante da cadeia carbônica do ácido carboxílico e do álcool se unem para originar o éster.

A esterificação também pode ocorrer entre um ácido inorgânico ou álcool secundário ou terciário.

Nesse caso, a formação da água ocorrerá de forma diferente: o grupo hidroxila será proveniente do álcool e o hidrogênio do ácido.

Um exemplo é a reação entre um ácido inorgânico e a formação de um éster inorgânico. As três moléculas de ácido orgânico (ácido nítrico) reagem com a glicerina e forma-se a trinitroglicerina (éster nitrato), um explosivo.

Reação de formação da nitroglicerina

Aplicações

A obtenção de ésteres é importante para produção de diversos tipos de produtos. Veja alguns exemplos:

Aromatizantes em indústrias alimentícias

A esterificação de Fischer é o principal meio para produção de ésteres nas industriais, especialmente alimentícias.

Os flavorizantes são ésteres que conferem aroma e sabor aos produtos industrializados como balas, doces, refrigerantes e sucos.

São exemplos de éster usados como aromatizantes:

  • Etanoato de etila: aroma de maçã
  • Etanoato de octila: aroma de laranja
  • Butanoato de etila: aroma de abacaxi

Biodiesel

biodiesel é obtido através de uma reação de transesterificação.

O processo consiste na mistura de óleo vegetal ou gordura animal (triglicerídeos) em metanol ou etanol, na presença de um catalisador.

Um dos produtos da reação é a glicerina que pode ser aproveitada para fabricação de cosméticos, alimentos e medicamentos.

Reações de oxidaçãoreações de oxidação das substâncias orgânicas devem ser catalisadas por um agente oxidante.

São simbolizados por [O] e podem ser o permanganato de potássio (KMnO4), dicromato de potássio (K2Cr2O7) ou o tetraóxido de ósmio (OsO4).

As reações mais importantes de oxidação são as seguintes:

– oxidação energética dos alcenos
– oxidação de álcool primário
– oxidação de álcool secundário

Oxidação energética dos alcenos

Esta oxidação ocorre nos alcenos em contato com um agente oxidante em solução aquosa, concentrada e ácida (geralmente em ácido sulfúrico).

Nesta reação, podemos obter vários produtos, dependendo do tipo da posição da ligação dupla. Observe:

– carbono primário produz gás carbônico e água
– carbono secundário produz ácido carboxílico
– carbono terciário produz cetona

Esta reação serve como teste de insaturação de alceno, ou seja, para identificar que tipo de alceno se tem. Acompanhe o exemplo:

Veja outro exemplo envolvendo carbonos terciários:

Oxidação de álcoois primários

Os álcoois primários se oxidam com oxidantes energéticos, como o permanganato de potássio e dicromato de potássio, em meio sulfúrico.

O produto desta oxidação é aldeído. Com mais quantidade de agente oxidante, obtemos um ácido carboxílico.

Esta reação explica porque o vinho fica com gosto de vinagre quando o deixamos muito tempo em contato com o ar (oxigênio). O álcool sofre uma oxidação e tranforma-se em vinagre, que é um ácido carboxílico.

Exemplo:

Oxidação de álcoois secundários

Os álcoois secundários têm como produto as cetonas. Exemplo:

Observação: Não existe oxidação de álcool terciário.

Exercícios sobre reações orgânicas

1. (Unifesp/2002) Muitos álcoois podem ser obtidos pela hidratação catalisada por ácidos, de alcenos.

Nessa reação de adição, o H da água se adiciona ao carbono que tem mais hidrogênios ligados a ele e o grupo hidroxila se liga ao carbono menos hidrogenado (regra de Markovnikov).

Sabendo-se que os álcoois formados na hidratação de dois alcenos são respectivamente 2-metil-2-pentanol e 1-etilciclopentanol, quais os nomes dos alcenos correspondentes que lhes deram origem?

a) 2-metil-2-penteno e 2-etilciclopenteno.
b) 2-metil-2-penteno e 1-etilciclopenteno.
c) 2-metil-3-penteno e 1-etilciclopenteno.
d) 2-metil-1-penteno e 2-etilciclopenteno.
e) 3-metil-2-penteno e 2-etilciclopenteno.

Alternativa correta: b) 2-metil-2-penteno e 1-etilciclopenteno.

O álcool 2-metil-2-pentanol é produzido pela hidratação do alceno 2-metil-2-penteno.

Hidratação do 2-metil-2-penteno

O álcool 1-etilciclopentanol é gerado pela hidratação do alceno 1-etilciclopenteno.

Hidratação do 1-etilciclopenteno

2. (Ufal/2000) No estudo da química dos compostos de carbono, aprende-se que o BENZENO:

( ) É hidrocarboneto.
( ) Pode ser obtido a partir do acetileno.
( ) No petróleo, é componente de maior proporção em massa.
( ) Pode sofrer reação de substituição.
( ) É exemplo de uma estrutura molecular que apresenta ressonância.

(VERDADEIRO) O benzeno é um hidrocarboneto aromático. Esse composto é formado apenas por átomos de carbono e hidrogênio, cuja fórmula é C6H6.

(VERDADEIRO) O benzeno pode ser produzido a partir do acetileno através da seguinte reação:

síntese do benzeno

(FALSO) O petróleo é uma mistura de hidrocarbonetos e a massa dos componentes está relacionada com o tamanho da cadeia. Sendo assim, cadeias carbônicas maiores possuem maior massa. As frações mais pesada do petróleo, como o asfalto, possuem cadeias com mais de 36 átomos de carbono.

(VERDADEIRO) Reações de substituição tendo o benzeno como reagente têm muitas aplicações industriais, principalmente para produção de fármacos e solventes.

Nesse processo um átomo de hidrogênio pode ser substituído por halogênios, grupo nitro (—NO2), grupo sulfônico (—SO3H), entre outros.

Veja um exemplo desse tipo de reação.

halogenação do benzeno
Reação de substituição no benzeno para síntese do monoclorobenzeno

(VERDADEIRO) Devido à ressonância, o benzeno pode ser representado por duas fórmulas estruturais.

Entretanto, na prática foi observado que o comprimento e energia das ligações estabelecidas entre os átomos de carbono são iguais. Por isso, o híbrido de ressonância é o que mais de aproxima da estrutura real.

ressonância do benzeno

Assinale a opção que apresenta a correlação CORRETA entre o nome do álcool e o nome do produto formado.

a) 3-metilbutan-2-ol, 3-metilbutanal
b) pentan-3-ol, pentan-3-ona
c) pentan-1-ol, pentan-1-ona
d) pentan-2-ol, pentanal
e) 2-metilbutan-1-ol, 2-metilbutan-1-ona

Alternativa correta: b) pentan-3-ol, pentan-3-ona.

a) ERRADA. A oxidação de um álcool secundário produz uma cetona. Sendo assim, o produto correto para oxidação do 3-metilbutan-2-ol é a 3-metilbutan-2-ona.

oxidação do 3-metilbutan-2-ol

b) CORRETA. A oxidação do álcool secundário pentan-3-ol produz a cetona pentan-3-ona.

oxidação do pentan-3-ol

c) ERRADA. Esses compostos fazem parte da oxidação de álcoois primários, que produz um aldeído ou um ácido carboxílico.

O pentan-1-ol é um álcool primário e pela oxidação parcial do composto pode ser formado o pentanal e pela oxidação total forma-se o ácido pentanóico.

oxidação do pentan-1-ol

d) ERRADA. A oxidação do álcool secundário pentan-2-ol produz a cetona pentan-2-ona.

oxidação do pentan-2-ol

e) ERRADA. O álcool primário 2-metilbutan-1-ol produz o aldeído 2-metilbutanal na oxidação parcial e o ácido 2-metilbutanoico na oxidação total.

oxidação do 2-metilbutan-1-ol

Um deles, que se forma em menor quantidade, é o 1-buteno. O outro é o:

a) metilpropeno.
b) 1-butanol.
c) butano.
d) ciclobutano.
e) 2-buteno.

Alternativa correta: e) 2-buteno.

Os alcenos são produzidos pela reação do haleto orgânico HBr com o hidróxido de potássio KOH, na presença do álcool etílico como solvente.

reação de eliminação no 2-bromobutano
Eliminação do brometo de hidrogênio (HBr) e produção dos isômeros 1-buteno e 2-buteno

Compostos diferentes foram formados devido o átomo do halogênio estar no meio da cadeia carbônica, gerando mais de uma possibilidade de eliminação.

Entretanto, embora haja duas possibilidades de produtos eles não terão as mesmas quantidades formadas.

O 2-buteno, para essa reação, será formado em maior quantidade, pois é proveniente da eliminação de um carbono terciário. Já o 1-buteno formou-se da eliminação de um carbono primário e, por isso, uma menor quantidade foi formada.

Fonte:

https://www.todamateria.com.br/reacoes-organicas/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
bbraga

Sobre bbraga

Atuo como professor de química, em colégios e cursinhos pré-vestibulares. Ministro aulas de Processos Químicos Industrial, Química Ambiental, Corrosão, Química Geral, Matemática e Física. Escolaridade; Pós Graduação, FUNESP. Licenciatura Plena em Química, UMC. Técnico em Química, Liceu Brás Cubas. Cursos Extracurriculares; Curso Rotativo de química, SENAI. Operador de Processo Químico, SENAI. Curso de Proteção Radiológica, SENAI. Busco ministrar aulas dinâmicas e interativas com a utilização de Experimentos, Tecnologias de informação e Comunicação estreitando cada vez mais a relação do aluno com o cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *