Indicadores Ácidos – Bases Naturais

Indicadores Ácidos – Bases Naturais

Vegetais que contêm antocianina — um indicador ácido-base natural

Vegetais que contêm antocianina — um indicador ácido-base natural

Conforme explicado no texto Indicadores ácido-base, essas substâncias são capazes de mudar de cor na presença de ácidos e bases, indicando a possível faixa de pH do meio. Em laboratório, normalmente são usados indicadores sintéticos, como a fenolftaleína, azul de bromotimol, alaranjado de metila, papel de tornassol e o indicador universal.

Porém, existem algumas substâncias presentes nos vegetais e até em insetos que atuam como indicadores ácido-base naturais. Vejamos alguns exemplos:

* Antocianina: Essa substância é um pigmento da classe dos flavonoides que é responsável pelas cores azul, violeta, vermelho e rosa de muitos vegetais. Alguns exemplos são repolho roxo, beterraba, uvas, jabuticabas, amoras, folhas vermelhas e flores de pétalas coloridas, como as flores de azaleia e quaresmeira.

Para obter um indicador natural, basta realizar a maceração (empapar ou esmagar esses vegetais em água para extrair os produtos solúveis) e depois filtrar. Um exemplo disso é mostrado no experimento Indicador ácido-base com repolho roxo, no qual se usa um “suco de repolho roxo” para verificar se determinados produtos usados no cotidiano são acidos ou básicos.

Em água (pH neutro = 7), o indicador de repolho roxo tem coloração roxa, mas conforme a imagem a seguir mostra, ele muda de vermelho em solução ácida (pH < 7) para púrpura e depois verde em solução básica (pH > 7). No caso da solução ser fortemente básica, ele torna-se amarelo:


Soluções com extrato de repolho roxo funcionando como indicador de pH*

* Esculina: Essa substância está presente no tronco e nas folhas da nogueira. No entanto, para ser usada como indicador, é necessário aplicar uma luz ultravioleta sobre ela. A esculina adquire a cor azul fluorescente em pH 2 e fica incolor em pH 1,5. Note que o intervalo de pH em que ocorre a sua mudança de cor é bastante pequeno, por isso não é um indicador muito eficiente.

* Curcumina: está presente nas raízes da planta curcuma longa e pertence à família do gengibre. Ela adquire cor amarela em pH igual a 7,4 e vermelha em pH igual a 8,6.


A curcumina é um indicador de pH natural

Construção de uma escala de pH.

utilizando repolho roxo

material

14 tubos de ensaio

2 provetas de 10 ml.

1 peneira

1 conta – gotas

1 béquer de 500 ml.

1 bico de Bunsen

reagentes:

solução diluída de ácido clorídrico ou ácido muriático

( 1 ml. do ácido concentrado em água até 100 ml. )

solução de hidróxido – soda cáustica ( uma pastilha de NaOH em 100 ml. de água destilada)

detergente com amoníaco

álcool comum

vinagre branco

repolho roxo

água destilada

Procedimento

Preparação de extrato de repolho roxo

Corte o repolho em pequenos pedaços e coloque-os no béquer com água destilada até cobri-los

Ferva até que a água seja reduzida à metade do volume inicial

Com o auxílio de uma peneira , coe a solução obtida.

Observação: o extrato de repolho roxo deve ser guardado em geladeira ou, de preferência congelado, pois se decompõe com o tempo.

Preparação da escala padrão

Prepare nos tubos de ensaio as soluções da tabela 1

Rotule os tubos com os valores de pH aproximados, de acordo com a tabela 1

As soluções não devem ser guardadas; para poder usá –las como escala padrão de pH, elas devem ser preparadas na hora.

(Os valores aproximados de pH foram medidos em peagâmetro)

Testando o pH

Agora serão testados materiais de uso doméstico para determinar a acidez ou basicidade como:

  1. xampu
  2. leite
  3. suco de limão
  4. solução de bateria de carro
  5. detergente líquido
  6. mistura de água e sabão
  7. clara de ovo

Coloque em um tubo de ensaio 5 ml. de água destilada e 5 ml. de extrato de repolho roxo. Acrescente a cada tubo cinco gotas do material a ser testado.

Tabela

Resposta

pH de alguns materiais

sangue : 6,5 a 7,3

leite bovino: 6,3 a 6,6

saliva: 6,5 a 7,5

laranja : 3,0 a 4,0

suco de limão : 2,2 a 2,4

vinagre: 2,4 a 3,4

clara de ovos: 7,0 a 8,0

detergente: 6,5 a 7,5

morango: 3,0 a 3,5

banana: 4,5 a 4,

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
bbraga

Sobre bbraga

Atuo como professor de química, em colégios e cursinhos pré-vestibulares. Ministro aulas de Processos Químicos Industrial, Química Ambiental, Corrosão, Química Geral, Matemática e Física. Escolaridade; Pós Graduação, FUNESP. Licenciatura Plena em Química, UMC. Técnico em Química, Liceu Brás Cubas. Cursos Extracurriculares; Curso Rotativo de química, SENAI. Operador de Processo Químico, SENAI. Curso de Proteção Radiológica, SENAI. Busco ministrar aulas dinâmicas e interativas com a utilização de Experimentos, Tecnologias de informação e Comunicação estreitando cada vez mais a relação do aluno com o cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *