Sustentabilidade!

Vivemos num mundo em que é praticamente impossível pensar nos próximos anos e gerações sem repensar a nossa relação e interação com o meio ambiente. Com o crescimento demasiado da população e, consequentemente dos resíduos produzidos e despejados de forma irregular no planeta, chegamos a um ponto crítico em nossa Terra. Ter consciência das nossas ações diárias, pode ser a única forma real de transformar esse quadro, visto que a única coisa que podemos mudar somos nós mesmos. Mudando nossas atitudes e hábitos contribuímos para um futuro menos drástico. Nos últimos anos, sentimos a necessidade de transformar a escola, num ambiente sustentável que pensa e repensa educação e conteúdos incluindo e transpassando por questões ambientais da atualidade.

O primeiro passo foi rever nossa forma de lidar com o “lixo” da escola. Começamos a nos responsabilizar pelos nossos resíduos quando organizamos uma estrutura em nossa Cozinha em que separamos os orgânicos (cascas e restos de alimentos ainda não cozidos) dos inorgânicos. Em outras palavras, separamos os ‘secos’ dos ‘molhados’. Dessa forma as embalagens plásticas, caixas e outros materiais limpos são direcionados para o Espaço de Arte, onde são reutilizadas para outros meios (plantios, brinquedos de sucata, construção de nossos projetos). Educamos nossos alunos para entender que ‘lixo’ não existe! Existe até uma lata em que jogamos resíduos mas quando pensamos no macro, não existe um lixo no planeta! Em algum lugar ou de alguma forma ele será despejado, e é nosso dever direcionar esses materiais da melhor maneira.

“Educamos nossos alunos para entender que ‘lixo’ não existe! Existe até uma lata em que jogamos resíduos mas quando pensamos no macro, não existe um lixo no planeta! Em algum lugar ou de alguma forma ele será despejado, e é nosso dever direcionar esses materiais da melhor maneira.”

Ao separarmos os resíduos da Cozinha, sentimos a necessidade de construir uma Composteira. Dessa forma reduzimos o lixo da cidade e o impacto ambiental, e ainda transformamos nossos restos orgânicos em terra fértil e adubada para plantarmos em nossos canteiros e hortas.

Segue link de como construir uma composteira caseira de forma simples:

http://construindodecor.com.br/composteira/

Construímos também um minhocário, que é uma ótima ferramenta de diminuição do lixo orgânico e de redução dos gases do efeito estufa. As minhocas (seres higiênicos) fragmentam a matéria orgânica, permitindo que o ciclo de vida se renove, e facilitando a decomposição pelos micro-organismos, os principais formadores de húmus, uma substância essencial para a manutenção da vida na Terra.

Segue link de minhocário que pode ser desenvolvido em casa com dicas de manutenção:

http://minhocario.eco.br/

Em nossas hortas e canteiros são cultivados alimentos totalmente orgânicos (sem nenhum agrotóxico) como pepino, cenoura, beterraba, rúcula, tomate, berinjela, etc. A alta quantidade de alimentos transgênicos nos mercados assusta especialistas em saúde e sabemos que não devemos consumi-los, então o plantio de nossos próprios vegetais, hortaliças e frutas deve ser estimulado.

Alguns dos muitos canteiros da escola, são feitos de pneus que, depois de pintados, embelezam nossa área externa. Existem inúmeros ‘’cemitérios” de pneus no mundo. Muitos deles são nos oceanos. Reciclar um pneu é muito complicado além de gastar muita energia do planeta. O melhor a fazer com eles é pensar numa boa forma de reutilização. Vamos multiplicar essa ideia!

Outra forma de poupar recursos naturais é a captação de água da chuva implementada na escola desde dezembro de 2017. Investimos na compra de cinco caixas de cinco mil litros cada e na reforma dos canos da escola que levam essa água reaproveitada para vasos sanitários e torneiras externas que regam plantas e lavam os pátios. Além da economia de água, reduzimos os custos da Catavento.

Construímos também um tanque feito com “tijolos” de garrafas de vidro. Existem várias formas de construir uma estrutura e para todas elas existem uma técnica específica. É de extrema importância que as próximas gerações saibam que existem outras possibilidades de construção que não as convencionais. Outra boa ação foi construir um filtro com latas de lixo antigas da escola. No ralo desse tanque colocamos um cano que leva a água até o filtro, mostrando na prática como se filtra água de forma simples e eficiente.

Segue link de construções feitas com garrafas de vidro:

10 construções com reutilização de garrafas

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
bbraga

Sobre bbraga

Atuo como professor de química, em colégios e cursinhos pré-vestibulares. Ministro aulas de Processos Químicos Industrial, Química Ambiental, Corrosão, Química Geral, Matemática e Física. Escolaridade; Pós Graduação, FUNESP. Licenciatura Plena em Química, UMC. Técnico em Química, Liceu Brás Cubas. Cursos Extracurriculares; Curso Rotativo de química, SENAI. Operador de Processo Químico, SENAI. Curso de Proteção Radiológica, SENAI. Busco ministrar aulas dinâmicas e interativas com a utilização de Experimentos, Tecnologias de informação e Comunicação estreitando cada vez mais a relação do aluno com o cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *