A experimentação como pratica científica

A ideia de experimentação está presente na história da humanidade. Desde os primeiros homens até os nossos dias, tudo começa de um pensamento, de uma necessidade. Depois vêm as tentativas, os erros e os acertos até acontecer o fato concreto. A ciência tem evoluído a tal ponto que traz inúmeras facilidades à vida diária, tendo em vista que, em quase todos os campos da atividade humana, existe a participação efetiva da comunidade científica.

Quando voltamos aos nossos ancestrais do período Pré-Histórico, encontramos o homem vivendo em cavernas para se abrigar do frio, da chuva ou do sol forte e se alimentando de carne crua oriunda da caça. O período paleolítico, ou idade da pedra lascada, é marcado pela descoberta do fogo.

O neolítico, ou período da pedra polida, caracteriza-se pela produção de instrumentos mais elaborados. Passa-se a cultivar alimentos e a confeccionar roupas. Na idade dos metais, os utensílios de pedra polida são substituídos por instrumentos de metal, o que tornou as armas mais eficientes.

Percorrendo esses períodos, percebemos que o homem fez grandes descobertas que facilitaram seu dia-a-dia. A necessidade de se alimentar, de obter a presa de forma mais prática e de aumentar seu cardápio diário parecem ter sido a “mola propulsora” da busca constante pela inovação.

O homem percorre um caminho de transformações quando abandona a vida nas cavernas e parte em busca de novas terras e conhecimentos, favorecendo a formação de outros grupos. Criam se, assim, as primeiras regras de sociedade.

A dificuldade de locomoção, porém, é grande. No intuito de adaptar-se à nova situação e atender às necessidades do momento, ele cria a roda – invento revolucionário, amplamente utilizado nos dias atuais. Cada vez mais o homem se diferenciava dos outros animais. A descoberta do fogo mudou não apenas o modo de vida dos nossos antepassados, mas também sua forma de pensar. Ele precisava criar, imaginar, ir em busca de soluções para os afazeres diários; necessitava, e continua necessitando, de oportunidade e tempo para se desenvolver integralmente. É notório, portanto, que as conquistas realizadas contribuíram para a evolução do conhecimento humano e se estendem até a atualidade, ampliando as possibilidades de conquistas futuras.

Referencia:http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000013620.pdf http://www.historianet.com.br/conteudo/11

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
bbraga

Sobre bbraga

Atuo como professor de química, em colégios e cursinhos pré-vestibulares. Ministro aulas de Processos Químicos Industrial, Química Ambiental, Corrosão, Química Geral, Matemática e Física. Escolaridade; Pós Graduação, FUNESP. Licenciatura Plena em Química, UMC. Técnico em Química, Liceu Brás Cubas. Cursos Extracurriculares; Curso Rotativo de química, SENAI. Operador de Processo Químico, SENAI. Curso de Proteção Radiológica, SENAI. Busco ministrar aulas dinâmicas e interativas com a utilização de Experimentos, Tecnologias de informação e Comunicação estreitando cada vez mais a relação do aluno com o cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *