Reciclagem do Papel

Reciclagem do Papel

reciclagem é o ato de recuperar de modo total ou parcial algum produto para que seja utilizado como matéria-prima para produzir um novo produto.

A reciclagem é um assunto muito importante que deve ser discutido em sala de aula, pois é uma das possíveis soluções para o problema ambiental do lixo. Este é um tema de caráter interdisciplinar que pode ser abordado com a cooperação entre professores de química, biologia, geografia, entre outros.

Vários materiais, tais como plásticos, metais, vidro, tecidos e o papel, podem passar por processos de reciclagem que trazem contribuições ambientais inegáveis. No caso do papel, isso representa uma redução no desmatamento de árvores, visto que no Brasil, por exemplo, 80% do papel produzido é feito a partir da madeira. Para se ter uma ideia, a  reciclagem de uma tonelada de papel poupa 22 árvores. Também economiza outros recursos naturais como a água, a energia elétrica (consome 71% menos de energia elétrica) e polui menos o ar em 74%.

Outro aspecto vantajoso da reciclagem do papel é que o volume de lixo é reduzido, tendo em vista que um papel comum e o papelão demoram cerca de seis meses para se decomporem, já jornais e revistas podem ficar intactos por décadas!

Entre os processos envolvidos na reciclagem do papel estão a catação, a moagem (pasta de celulose) e a fabricação.

Aqui ensinaremos uma atividade prática que o professor pode realizar com os alunos a fim de produzir um papel reciclado, estudar alternativas para a reciclagem desse tipo de lixo e conscientizar os alunos sobre a importância de realizarem em suas casas a coleta seletiva para destinar os materiais adequados para a reciclagem.

Materiais necessários:

  • Papeis usados (não podem estar sujos com comida nem ser papel higiênico);
  • Bacia rasa;
  • Bacia funda;
  • Liquidificador;
  • Água;
  • 1 colher de sopa;
  • Amido de milho;
  • Desinfetante;
  • Jornais;
  • Panos;
  • Peneira grande.

 

Procedimento:

  1. Pique bem os papéis usados que serão reciclados e coloque-os na bacia rasa;
  2. Cubra o papel com água;
  3. Deixe de molho por um dia pelo menos;
  4. Coloque a mistura de papel e água no liquidificador, adicione mais água (na proporção de três partes de água para uma de papel, contando com a água da mistura) e bata;
  5. Para cada litro de água adicione 8 colheres de amido de milho e 20 gotas de desinfetante;
  6. Coloque essa mistura na bacia funda com água até a metade;
  7. Misture bem;
  8. Coloque a peneira pela lateral da bacia e vá até o fundo com ela. Depois suba lentamente, sem incliná-la, formando uma camada de papel sobre a peneira;
  9. Coloque a peneira sobre um jornal em alguma superfície e passe a mão sob a peneira inclinada para escorrer a água. Vá trocando de jornal até que não fique mais molhado;
  10. Com o jornal embaixo da peneira, cubra-a com um pano e aperte para secar a superfície. Vá trocando de pano até que não esteja mais molhado;
  11. Agora, vire a peneira sobre o jornal seco e bata para que a folha formada solte-se;
  12. Cubra com outro jornal e deixe por um dia;
  13. Prense a folha produzida com a ajuda de livros pesados e grandes.

 

Para incrementar ainda mais o projeto, o professor pode produzir materiais com os alunos a partir do papel reciclado que eles mesmos fizerem, como agendas.

Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

 

A reciclagem de papel diminui o volume de lixo e ajuda na preservação de recursos naturais

Vantagens ambientais do papel reciclado

  • Reduz a pressão sobre os recursos de madeira

As fibras recicladas têm origem nos resíduos de papel, enquanto que a fibra virgem provêm de recursos naturais, como por exemplo a madeira das árvores. Portanto, a reciclagem, ao fazer uso de papéis que já existem para produzir pasta, não necessitam de matérias primas novas. Deste modo reduz-se a procura de madeira em aproximadamente 24 árvores por cada tonelada de papel.

  •  Poupança de energia e água

A fabricação de papel reciclado necessita, geralmente de menos energia, menos água e menos substâncias químicas, para a pasta do que a fabricação de papel em fibra virgem. Estima-se que a economia na fabricação do papel reciclado em comparação com o papel fibra virgem é aproximadamente 33% em energia e 49% em água.

  •  Reduz as emissões de CO2

A reciclagem proporciona ao papel uma nova vida, uma vantagem essencial dos papéis reciclados, uma vez que o papel é reciclado, pode-se reciclar de 4 a 7 vezes antes de que as fibras se tornem muito curtas para a sua utilização. Ao reciclar, evitamos a geração de resíduos de papel.

Isto é importante do ponto de vista meio ambiental, porque as etapas de fim de ciclo de vida do papel (especialmente o depositado em aterros ou incinerado) contribuem significativamente para o aquecimento global (em média 1/3 do impacto de todo o ciclo de vida). Utilizando papel reciclado, evitamos várias vezes essas fases, e assim, as emissões associadas.

Além disso, comparando o processo de fabrico dos papéis virgens e devido ao menor gasto de energia, o papel reciclado também permite poupar 37% de emissões de gases de estufa.

Recycled_paper_425x255_PT.JPG

Adicionar aos favoritos o Link permanente.
bbraga

Sobre bbraga

Atuo como professor de química, em colégios e cursinhos pré-vestibulares. Ministro aulas de Processos Químicos Industrial, Química Ambiental, Corrosão, Química Geral, Matemática e Física. Escolaridade; Pós Graduação, FUNESP. Licenciatura Plena em Química, UMC. Técnico em Química, Liceu Brás Cubas. Cursos Extracurriculares; Curso Rotativo de química, SENAI. Operador de Processo Químico, SENAI. Curso de Proteção Radiológica, SENAI. Busco ministrar aulas dinâmicas e interativas com a utilização de Experimentos, Tecnologias de informação e Comunicação estreitando cada vez mais a relação do aluno com o cotidiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *